INSCREVA-SE NA NEWSLETTER


Dezembro Vermelho

domingo, 1 de dezembro de 2019

O Dezembro Vermelho surgiu em 1.987, quando a Assembleia Mundial da Saúde e a Organização das Nações Unidas (ONU) definiram que o dia 1º de dezembro seria o Dia Internacional da Luta Contra a AIDS. O conceito por trás do Dezembro Vermelho é justamente aumentar o alcance desse dia, dedicando todo o mês de dezembro para realizar atividades de combate e prevenção à Aids, ao HIV e também a outras doenças sexualmente transmissíveis.

Através de relações sexuais, de agulhas ou de mãe para filho na gestação, a AIDS ainda está sendo transmitida, por isso devemos levar para frente a campanha do Dezembro Vermelho. Existem tratamentos à base de medicamentos, mas a cura da AIDS ainda não é certa. Por mais que os cientistas se empenhem em melhorar a qualidade dos remédios, ainda não existe uma solução para essa doença. E por isso a campanha de conscientização não pode cair no esquecimento. 

O laço vermelho inspirou o laço cor-de-rosa, que simboliza a luta contra o câncer de mama, e o laço azul, utilizado na campanha contra o câncer de próstata. 

Crédito imagem: Coletivo Feminista de Sexualidade e Saúde
Laço vermelho: símbolo de sangue e paixão - Utilizado nas campanhas de combate à Aids é um símbolo de solidariedade criado em Nova York em 1991 pelo grupo de artistas Visual Aids. O intuito do grupo era fazer uma homenagem a seus amigos vítimas da doença. 

Procure se informar e levantar essa bandeira, pois a AIDS é um perigo real e que ainda não tem cura. Seja no mês de dezembro, ou em qualquer outra época do ano, compartilhe informações úteis sobre a prevenção e o tratamento da doença. Converse sobre o assunto, interaja, mostre que é uma pessoa que se importa com os outros, e que não quer que uma nova epidemia de AIDS aconteça. Pelo amor que temos pela vida, essa conscientização vale a pena ser levada para frente.

#dezembrovermelho 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANINHA AZEVEDO
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL