terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Shopping Praia de Belas, supermercado Nacional – Porto Alegre/RS

Momento desabafo...

Hoje fui almoçar no Shopping Praia de Belas e resolvi ir no Supermercado Nacional, pois lá eles têm serviço de buffet à kilo. Já havia almoçado lá algumas vezes e novamente se repete a situação que ninguém gosta,a ‘espera’ na fila,comida fria,falta de reposição no buffet,enfim,aquelas coisas chatas que costumam acontecer em alguns estabelecimentos.
Mas o que me tirou fora do sério profundamente,foi quando fui fazer meu pedido ao atendente...percebi que havia acabado o frango e todas as carnes,e perguntei se iriam repor o Buffet com alguma carne e o funcionário me diz:
- “ Infelizmente não vamos repor porque o pessoal da cozinha fez pouca comida hoje senhora...”
Nossa...nem preciso dizer o que senti na hora...mas,respirei e disse:
- “ Mas como assim...me diz o que eu e todos os clientes que estão aqui na fila esperando,há mais de 15 minutos,temos à ver com isso??? Pelo que entendo,um estabelecimento que se propõe à fornecer este tipo de serviço,é obrigado a fazer a reposição dos alimentos que estão servindo no buffet,ou estou equivocada??? Sei que tu és funcionário e não gerente ou coordenador de setor,mas isto não pode ficar assim,vou reclamar e publicar na internet....”
Convenhamos pessoal,é uma tremenda falta de respeito e consideração com os clientes...ficamos esperando para ser atendido,em pleno horário de intervalo de almoço,e quando chega a vez de ser atendido,se depara com esta resposta ‘singela e direta’ como se fóssemos um bando de idiotas...me senti a legítima ‘palhaça’...ai,que raiva me deu na hora...fiquei muito brava,tinha vontade de xingar o gerente,ou até mesmo ir lá na cozinha perguntar se eles não estavam afim de trabalhar e se estão com algum problema.
E o que mais indigna também,é que o estabelecimento é da bandeira Walmart,rede de supermercados Nacional,que são empresas bem quistas no ramo varejista. # PRONTO,FALEI! #
Gostaria de finalizar,alertando à todas as pessoas que um dia passaram por este tipo de constrangimento,que não fiquem caladas,falem,abram a boca mesmo,pois temos nossos direitos como clientes e cidadãos.



7 comentários:

Greice Negrini - Grelegal disse...

Oi Aninha, concordo plenamente com você. Se fosse eu, chamava a gerente e exigia uma solução ali, porque propaganda enganosa não pode além da falta de respeito e organização!
Nossa, é o fim!

Emanuelly Guedes disse...

Amiga muito bem,colocou a boca no trombone msm e ta certissima,falta de respeito com o consumidor,não pode!
Beijooos

Môni Loureiro disse...

Aninha! Só de vc estar contando senti uma imensa revolta!!!
Esse tipo de coisa me irrita muito³³³
tem que falar mesmo, temos nossos direitos como clientes, e sacanagem, logo a WallMart a bambambam dos supermercados mundiais!
Beijos

Culpada! Como qualquer mortal... disse...

eh ruim msm qdo acontece isso, mas restaurante é complicado, tem dias que não dá movimento, e tem dias que tá lotado, deve ser dificil preparar a comida. seila se foi soh a carne eu nao me estressaria tanto. nào sou carnivora heehe

Renata Lima disse...

Lindona, feliz por você gostar do meu cantinho!
Amei o seu também, já tô te seguindo.
Beijos

disse...

Essas coisas irritam mtoo mesmo. Te indiquei pra uns selinhos no meu blog. Bjos

Srta. Moraes disse...

Ei minha lindinha!!!
Entrei aqui para ler a sua postagem pq sou revoltada com injustiça, por isso mesmo amo meu curso de Direito rsrs
Olha, concordo com o seu desabafo é mesmo chateante, ninguem merece ficar horas em uma espera que depois não consiga.. mas não quero que fique chateada comigo rs, até onde sei, apesar de que na faculdade ainda não cheguei na matéria direito do consumidor(e se estiver equivocada volto e me ratifico rs), mas tenho breve noções por cursinhos preparatórios, o fornecimento não é obrigatório após ter acabado o seu estoque, nesse caso no que já tinham feito para o dia. A não ser que o restaurante ou recinto tenha em seu cardápio uma quantidade mínima quer irá fazer e não fazê-lo, ou indicar um horário limite para a distribuição desses alimentos e não fazê-lo.
Isso porque o Estado respeita a lei da oferta e da procura, além do mais a lei proíbe que os restaurantes dêem sobra para outras pessoas, fazendo com que haja um desperdício muito grande de alimentos se fizerem além do que esperavam vender!
Agora quanto esperar na fila, há municípios que possuem leis que dão um limite para que o consumidor fique nela, se o seu município adéqüe a essa lei e você ficou além do tempo, pode se revoltar!
Agora, fora do Direito mas como conquista empresarial. nao custava nda a rede de supermercado fazer mais quantidades que abrangessem quem estava ainda na espera, pq vcs voltariam felizes e satifeitos no local novamente rsrs
bjos e tudo de bom!!!